[ DEPOIMENTOS ]

“Participei das duas edições anteriores da CAEMP, na qualidade de árbitro convidado (2015-2016). A competição prima pela organização, pelo caso bem apresentado e instigante, e também pela qualidade do corpo de competidores e dos árbitros envolvidos. Trata-se de uma excelente oportunidade de aprendizado para todos os envolvidos, permitindo uma vivência única, que não é a regra no ambiente acadêmico, em que os participantes desenvolvem a prática da estratégia jurídica, da escrita de memoriais, da oratória, e se enfronham de todo o ritual de atuação perante um tribunal arbitral. Além do exercício e domínio destas técnicas, há um grande aproveitamento no aprendizado do direito material objeto dos casos envolvidos. Desconheço qualquer participante que, ao final, não tenha vibrado com a experiência.” (Ricardo Ranzolinsócio de Silveiro Advogados, professor convidado na disciplina de Arbitragem de cursos de pós-graduação da UFRGS, PUCRS, Escola Superior da Magistratura e Unisinos – março de 2017)

 

 

PUCRS 11.jpg

"Acredito piamente na utilização das cortes simuladas como uma poderosa ferramenta para ensino do Direito. Mais do que a memorização de leis, ela permite que se ensine a resolver problemas e a realizar o chamado “raciocínio jurídico”. A CAEMP se revela uma experiência especialmente enriquecedora por diversos aspectos: (i) A PUCRS é uma instituição de excelência, com ambiente acadêmico rico e estrutura adequada para receber eventos de grande porte; (ii) Os casos são cuidadosamente elaborados, envolvendo temas atuais, interessantes e de relevância prática; (iii) os árbitros selecionados (por sua qualificação, experiência e diversidade de pensamento) permitem que o debate aconteça em elevado nível; (iv) o cuidado e atenção da organização com as equipes visitantes cria um ambiente acolhedor e propício ao melhor desenvolvimento possível das atividades. Recomendo a inscrição na CAEMP a todas as equipes de escritórios e Faculdades." (Ruy Amaral AndradeProfessor de Direito Societário e Técnico da Equipe de Arbitragem Empresarial da Faculdade Baiana de Direito, Professor Convidado da UNIFACS/Laureate Universities e da Universidade Católica do Salvador, Sócio/Administrador no Ruy Andrade Advocacia Empresarial - março de 2017)

 

PUCRS 12.jpg

"A CAEMP foi a primeira  competição jurídica que eu e meus colegas participamos. O que no início era nervosismo e, até mesmo um certo receio do novo, se transformou em uma das melhores experiências que tive na minha graduação. A competição prima pela organização, a minha equipe foi acolhida por toda a comissão organizadora e pelas demais equipes, proporcionando um ambiente de aprendizado e conhecimento. Me sinto mais preparada para a vida profissional após a participação na competição." (Bruna Klein, estudante na Universidade Feevale - maio de 2017)

“A experiência com a competição proporciona uma bagagem jurídica completa, não só pelo aprendizado decorrente das pesquisas e do contato com os árbitros – profissionais altamente qualificados -, mas também pelos ensinamentos práticos adquiridos, os quais envolvem escrita, oratória, postura, organização e comprometimento. Não é novidade que são valores necessários para profissionais do ramo jurídico, os quais, muitas vezes, sequer são trabalhados e desenvolvidos nas aulas da graduação. Vejo na CAEMP mais do que uma atividade extracurricular: é uma oportunidade de preparação para as mais diversas atuações futuras no ramo acadêmico e profissional!” (Catharine Black Lipp João, estudante de Direito na PUCRS - março de 2017)

 

“A participação na CAEMP trouxe diversos resultados positivos. De um lado, há a importante integração entre a comunidade de estudantes interessados por Direito Empresarial e por Arbitragem; de outro, a competição confere a seus integrantes a oportunidade de serem avaliados por professores, advogados e árbitros experientes.” (Gabriel Lucca Garibotti, estudante de Direito na UFRGS, estagiário no escritório João Carlos e Fernando Scalzilli Advogados – março de 2017)

 

PUCRS 9.jpg

"Valendo-se da dinâmica utilizada pelas moot courts, a CAEMP é uma excelente oportunidade de desenvolver na prática o aprofundamento do raciocínio jurídico. A competição simula um procedimento arbitral, onde os competidores assumem a qualidade de advogados, defendendo os respectivos polos do processo arbitral. Sem dúvidas, a CAEMP é uma excelente oportunidade para mergulhar no mundo da Arbitragem e nos estudos acerca do direito empresarial/societário, além de manter contato com professores/estudantes de todo Brasil." (Nairo Elo de Cerqueira Lima Netoestudante na Faculdade Baiana de Direito, estagiário no escritório Joau Bastos Lopes Advogados - março de 2017

Final IV CAEMP.jpg

 

"A iniciativa dos professores do curso de Direito da PUCRS de criar uma competição de arbitragem empresarial – a CAEMP - reflete a importância, hoje em dia, no estudo sobre arbitragem. Assim como outras competições mais tradicionais, a CAEMP também propicia aos seus competidores, um riquíssimo conhecimento sobre arbitragem e áreas correlatas, bem como o exercício de habilidades muito importantes: trabalho em grupo, organização, escrita e oratória. Seja como organizador, competidor ou árbitro, a participação nessas competições possibilita uma experiência única." (Wagner Soares de Oliveiraestudante de Direito na PUCRS, estagiário no escritório TozziniFreire Advogados - março de 2017)